EXPRESSÕES FEMININAS E SEUS SIGNIFICADOS

CERTO/OK: Palavra usada para finalizar uma discussão que a gente sabe que está certa, mas não queremos cansar a beleza discutindo.

VOCÊ QUE SABE: Estamos te desafiando, não tenha dúvida!

TUDO BEM: É um recesso na discussão, que com certeza a gente quer continuar, só estamos pensando no melhos desfecho.

ESQUECE: Foda-se!

PRECISAMOS CONVERSAR: Você está por um fio de se lascar.

ESTIVE PENSANDO: Mudança drástica vem por ai!

DEIXA PRA LÁ, EU ME VIRO: Estou chateada, resolvo. Mas não fale mais comigo!

CINCO MINUTOS: Meia hora.

EU NÃO TENHO NADA: Pergunta de novo, refaz suas conversas, ela te pediu algo?, DESCOBRE!

E ai meninas (ou rapazes; namorados e maridos), esqueci de algo ? Saaanto dicionário feminino! haha
Visite a nossa fanpage

Anúncios

A ALGUMAS DÉCADAS

A ALGUMAS DÉCADAS…
Como o nosso mundo de algumas décadas era reservado e até machista, não concordam? O homem era o “rei”, e a mulher a “serva”. Sera questão de ‘bons modos’ e ‘reputação’ ?
Bom, segue alguns trechos de revistas da época.
“Não se deve irritar o homem com ciúmes e dúvidas”.(Jornal das Moças, 1957).
“Se desconfiar da infidelidade do marido, a esposa deve redobrar seu carinho e provas de afeto, sem questioná-lo”.(Revista Cláudia, 1962).
“A desordem em um banheiro desperta no marido a vontade de ir tomar banho fora de casa”.(Jornal das Moças, 1965).
“Se o seu marido fuma, não arrume briga pelo simples fato de cair cinzas no tapete. Tenha cinzeiros espalhados por toda a casa”.(Jornal Moças, 1957).
“A mulher deve estar ciente que dificilmente um homem pode perdoar uma mulher por não ter resistido às experiências pré-nupciais, mostrando que era perfeita e única, exatamente como ele a idealizara”.(Revista Cláudia,1962).
“Mesmo que um homem consiga divertir-se com sua namorada ou noiva, na verdade ele não irá gostar de ver que ela cedeu”.(Revista Querida, 1954).
“O noivado longo é um perigo, mas nunca sugira o matrimônio. Ele é quem decide – sempre”.(Revista Querida, 1953).
“Sempre que o homem sair com os amigos e voltar tarde da noite, espere-o linda, cheirosa e dócil”. (Jornal das Moças, 1958).
“É fundamental manter sempre a aparência impecável diante do marido”.(Jornal das Moças, 1957).
“O lugar de mulher é no lar. O trabalho fora de casa a masculiniza”.(Revista Querida, 1955).
“A mulher deve fazer o marido descansar nas horas vagas, servindo-lhe uma cerveja bem gelada. Nada de incomodá-lo com serviços ou notícias domésticas”.(Jornal das Moças, 1959).
Vocês conseguem pensar nessas “regras” hoje em dia?
Abençoadas aquelas que se revoltaram, revolucionaram e conquistaram os direitos iguais!
Visite a nossa fanpage

PRIMEIRO ENCONTRO

Você conhece um rapaz, vocês conversam e marcam para sair. No encontro, ambos ‘curtem’ um ao outro, rola a tal química e vocês se beijam… Até ai tudo bem. Como é natural na maioria dos homens, ele vai se animar e vai querer algo a mais nessa noite. E então, transar no primeiro encontro? NÃO. Nada te impede de tirar uma lasquinha com beijos e ‘amassos’, mas transar não pode entrar em cogitação. Não é pela sociedade, pelo o que os outros vão falar ou qualquer coisa nesse sentido, é por você. Convenhamos que você precisa conhecer ele primeiro, conversar um pouco mais para saber se realmente combinam. Pular logo para uma intimidade tão grande com o cara não é legal, vai acabar rolando vergonha, insegurança e medo do que ele ‘possa pensar’. Afinal amiga, se você transar com ele no primeiro encontro, como vai saber que ele não é apenas um babaca ao qual vai te ignorar depois?